Alimentação e síndrome do ovário policístico

alimentação e síndrome do ovário policístico

Em primeiro lugar, você sabia que alimentação e síndrome do ovário policístico tem tudo a ver?

Você pode ter ouvido falar que a síndrome do ovário policístico tem causa meramente genéticas e, para prevenir, não há nada a ser feito.

Porém, existem sim muitos casos em que a síndrome do ovário policístico tem muito mais relação com a genética do que com o estilo de vida.

Só que o consumo de carboidratos simples e açúcares, quando não causam o problema, podem piorar muito essa condição!

Para saber qual é a relação entre alimentação e síndrome do ovário policístico, é preciso entender como esse problema se manifesta e aí sim a influência dos hábitos alimentares.

Continue com a gente a leitura!

Como está o seu estilo de vida?

De antemão, para que essa melhora generalizada aconteça, acaba sendo fundamental a modificação do estilo de vida como um todo, por meio de uma dieta balanceada em conjunto com a prática de exercícios físicos regularmente.

Quem sofre com a Síndrome do Ovário Policístico precisa evitar carboidratos simples que influenciam diretamente na ação da insulina. Quando esse tipo de alimento é constante, estimula-se os receptores estrogênios presentes nos ovários, sendo assim aparecem os sintomas indesejáveis.

Ovulação e fertilidade

Sobretudo, se sabe através de estudos que a perda de 10% do peso corpóreo ou de 15% do peso em gordura pode restaurar a ovulação e a fertilidade, além de melhorar os níveis de colesterol, a pressão arterial, os quadros de resistência à insulina e até diminuir as queixas de excesso de pelos e acne.

Nesse sentido, para as mulheres que desejam engravidar, a melhora de todos esses itens resultará em um aumento e melhora da fertilidade, promovendo uma gravidez com mais facilidade.

Dieta para SOP

A princípio, nessa dieta deve haver o controle da ingestão de carboidratos, que podem representar até 30% do consumo energético do dia, através de raízes, tubérculos e frutas.

Alimentos naturalmente ricos em gordura também devem fazer parte da rotina, tais como: abacate, coco, azeite, gorduras vegetais, castanhas, etc.

Alimentos processados, ultra processados e industrializados devem ser evitados ao máximo, bem como os adoçantes, que ativam a insulina e podem provocar maior compulsão por doce.

Atenção à certos alimentos

A mulher com Síndrome do Ovário Policístico deve dar preferência a alimentos que não contribuem para a inflamação do organismo nem impactam negativamente nos hormônios.

É o caso dos alimentos orgânicos, das gorduras de boa qualidade, dos carboidratos complexos e dos alimentos ricos em magnésio.

Dicas de alimentação

  • Evite todas as formas de açúcar e alimentos que o contenham. Muito cuidado com industrializados, que os contém de forma “camuflada”;
  • Evite ao máximo os carboidratos refinados, brancos e simples, tais como pão, massas, biscoitos e cereais industrializados;
  • Exclua da rotina refrigerantes, mesmo os “diet” ou “light”. Eles são ricos em adoçantes, capazes de elevar a insulina (ainda que não contenham calorias) e educam o paladar a exigir alimentos cada vez mais doces, podendo piorar o desejo por sobremesas e doces ao longo do dia;
  • Consuma quantidades adequadas de proteínas, mas evite os alimentos industrializados e processados;
  • Não exclua da rotina frutas!! Dê preferência às vermelhas, que não são muito doces (morango, framboesa, cereja, amora, etc). Quando ingerir uma fruta com mais carboidratos, tenha o cuidado de combiná-la com alimentos ricos em proteínas ou gorduras, como castanhas, iogurtes, queijos;
  • Aumente o consumo de fibras, através de vegetais crus e frutas com casca.

Gostou de saber mais sobre esse assunto? Siga a Conexa Saúde no Instagram para ficar por dentro dos conteúdos!

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!