Absenteísmo, o inimigo da produtividade

ausências

Quem não pensa naqueles cinco minutinhos a mais quando o despertador toca? Ou em ficar em casa numa sexta-feira? O assunto é até motivo de piada entre os colegas. Mas quando a brincadeira vira realidade e as ausências no trabalho uma rotina todo mundo perde, funcionários e empresa.

Faltar trabalho ou chegar atrasado de forma recorrente é o que chamamos de absenteísmo.  Menos gente trabalhando significa sobrecarga de tarefas para os colegas- com a consequente perda da qualidade- gerando prejuízo financeiro para a organização.

Ficou interessado no assunto? Então, continue a leitura e confira como lidar com o absenteísmo nas organizações

Ausências recorrentes

Vamos imaginar que você foi chamado para uma entrevista de emprego. Para aceitar a vaga, precisa primeiramente saber informações básicas como remuneração, tipo de trabalho, local e? O horário. A carga horária é calculada para que as tarefas sejam cumpridas dentro desse tempo.  Se ela não é seguida e, isso acontece repetidas vezes, a cadeia produtiva fica prejudicada, assim como o resultado final.

Motivos do distanciamento

Há vários motivos para o afastamento dos trabalhadores. Os mais comuns são por problemas de saúde, questões estruturais relacionadas à dificuldade de deslocamento (trânsito caótico dos grandes centros), mas também por questões de ordem pessoal.

Há ainda casos em que os trabalhadores sentem-se desmotivados no trabalho e tendem a dar menos importância ao emprego, chegando mais tarde, saindo mais cedo ou até deixando de ir.

Prejuízos para a empresa

A conta é simples. Se você precisa de um número x de horas para construir uma casa, não vai levantar todas as paredes se trabalhar menos x.  Por isso a ausência frequente de trabalhadores nas organizações prejudica diretamente o cumprimento de metas.

As consequências são a necessidade de realização de horas extras pelos colegas e, em casos mais extremos, há até a contratação de servidores temporários para suprir as demandas.  Nas duas situações há gastos adicionais e impactos nos lucros.

Impactos no ambiente de trabalho

Quando um colega não vem o ou não cumpre toda a sua carga horária, o serviço dele inevitavelmente terá que ser realizado por outra pessoa.  Isso pode reduzir o engajamento e a integração da equipe, pois os outros colaboradores já têm as suas próprias tarefas.

A sobrecarga e a insatisfação também abalam a produtividade. O mesmo podemos dizer sobre a qualidade, que não será a mesma, já que os colaboradores que ficam estarão trabalhando o dobro para o cumprimento das metas.

Como lidar com o absenteísmo

A primeira medida para lidar com as ausências dos colaboradores é saber se são ocasionadas por situações voluntárias ou involuntárias, provocadas por fatores internos ou externos.

Uma boa conversa ajuda a entender a situação e definir o melhor caminho para solucionar o problema. Nesse sentido, o RH tem um papel predominante para fazer essa investigação e o monitoramento das faltas ou atrasos e, com isso, encontrar a melhor maneira de contorná-los.

Este artigo sobre absenteísmo foi útil para você? Quer ficar por dentro de outras dicas como essa e garantir a saúde de seus colaboradores? Então, siga nosso Facebook e nosso LinkedIn para acompanhar as novidades! 

Texto: Luciana Cavalcante

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!