Saúde mental na pandemia: guia completo com dicas e cuidados

saude mental na pandemia organizacao mundial de saude

Qual a relação entre a pandemia causada por um vírus, o covid-19 e a saúde mental humana? Não é novidade que um número grande de pessoas enfrentam problemas como depressão, ansiedade e outros relacionados, por isso é tão importante falarmos sobre saúde mental na pandemia.

Entretanto, apesar de um número significativo de brasileiros já contar com o diagnóstico de depressão, muitas pessoas sofrem da doença mas nunca foram ao médico. É por isso, que durante o ano de 2020, um ano em que a saúde ficou em destaque na vida das pessoas, foi possível se atentar também à saúde mental.

Além disso, o fato de que muitos trabalhadores precisaram mudar a maneira como realizavam suas funções levou a uma reclusão social.

Esse fato fez com que uma parte considerável de pessoas ficassem reclusas, o que agravou ainda mais os casos de depressão. Dessa forma, aqueles que já tinham a doença passaram por momentos ainda mais delicados, e outros desenvolveram sintomas durante o período.

O que é saúde mental?

saude mental na pandemia saude mental profissionais saude

A saúde mental, apesar de tão importante, ainda não foi definida pela Organização Mundial da Saúde. Porém, é possível sintetizar o termo de acordo com definições médicas e psicológicas. A saúde de um indivíduo está relacionada à maneira como seu organismo reage com sua rotina, é o bem estar em sua definição própria.

Logo, a saúde mental segue a mesma linha de raciocínio. É a forma como um indivíduo age em relação a suas exigências, e mudanças da vida. Outrossim, é também a maneira como harmoniza suas ideias em relação ao seu meio.

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que vivenciamos emoções a todo momento, sejam elas boas ou ruins. Porém, a forma como lidamos com elas é decisiva para nosso bem estar mental. Logo, saúde mental é toda a relação entre o que sentimos e a maneira como cuidamos dos nossos sentimentos.

É comum acreditar-se que uma pessoa com boa saúde mental está isenta de problemas. Mas essa é uma informação sem cabimento.

Pessoas com boa saúde mental são aquelas que apesar de estarem passando por momentos ruins ou de crise ainda assim conseguem manter o equilíbrio e enxergar que aquilo é passageiro.

Assim, problemas como depressão, ansiedade, e outros são desenvolvidos à medida que o estado de tristeza ou confusão passa a ser permanente. Dessa maneira, a capacidade de distinguir o que é momentâneo ou não é decisivo para a saúde mental.

Saúde mental no Brasil

Muito se discute sobre saúde mental no Brasil, mas infelizmente ainda hoje poucas políticas realmente efetivas são tomadas sobre. Além disso, muitas pessoas ainda possuem pouca informação acerca desta temática. Tudo isso, porque não é dada a importância devida para essa questão.

Você já deve ter ouvido alguma vez na sua vida alguma pessoa se queixando sobre o próprio trabalho. Nessa perspectiva, muitas pessoas sofrem de transtornos que são causados pela baixa remuneração, jornadas exaustivas e ausência de benefícios e valorização no ambiente de trabalho.

Sendo assim, o trabalho não só pode ser a causa de uma saúde mental danificada como também pode ser prejudicado pela mesma. Ou seja, em casos em que o colaborador encontra-se esgotado e não recebe apoio psicológico necessário, ele acaba por ter suas tarefas prejudicadas. O que também desfavorece o rendimento da empresa.

Além do mais, com a pandemia do coronavírus, muitas empresas precisam demitir funcionários, foi feita uma verdadeira repaginada nos ambientes trabalhistas. Isso repercutiu tanto na economia como na saúde mental das pessoas, que precisaram buscar outras fontes de renda e nem todas conseguiram encontrar.

Acontecimentos como esses, a pandemia, deixam sequelas na vida das pessoas. Mesmo aqueles que não foram contaminados, ou não perderam pessoas próximas, precisaram lidar com um mundo novo.

Além de uma mudança econômica considerável, houve também uma mudança na forma de estudar, trabalhar, e viver. Para aqueles que não se habituaram a essas novas maneiras de viver, manter uma boa saúde mental tornou-se mais um desafio.

Quais são os principais problemas da saúde mental?

saude mental na pandemia saude mental no brasil

A saúde mental quando não cuidada da maneira correta acaba por desencadear alguns problemas. É comum que aqueles que estão passando por problemas pessoais, seja no trabalho, na faculdade ou na vida pessoal, comecem a apresentar alguns sinais.

A ansiedade no século XXI passou a fazer parte da vida da maior parte das pessoas. É comum que mesmo crianças apresentem sinais de ansiedade desde cedo. Isso pode ser explicado por inúmeros fatores, dentre eles o uso cada vez maior de tecnologias de maneira discrepante.

Crianças que apresentam sinais de ansiedade precisam receber tratamento desde cedo, seja com o início de atividades físicas específicas, ou mesmo medicação em casos mais graves.

Além disso, o tratamento com profissionais da área jamais pode ser ignorado. Dessa forma, uma das maneiras de prevenção de problemas psicológicos na fase adulta, é estar atento desde os anos iniciais de vida das crianças.

Outro problema comum é o stress continuado, muitas pessoas passam longas horas ou dias sob muito stress. Isso é causado não apenas por situações específicas, mas também, em muitos casos, por distúrbios hormonais.

Nesses casos, é preciso intervenção medicamentosa para que o indivíduo seja retirado do estado de stress contínuo.

Qual a importância da saúde mental na pandemia?

saude mental na pandemia saude mental criancas

Manter a saúde mental na pandemia tornou-se um desafio para uma parcela da sociedade. Alguns cuidados passaram a ser necessários para que fosse possível passar por esse momento sem danos psicológicos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país que apresenta maior prevalência de depressão na América Latina.

Nesse sentido, ao considerar o Brasil também como o país mais ansioso, é importante ressaltar que a solidão funciona como um gatilho para quem sofre desses distúrbios.

Logo, em um momento de isolamento social, pessoas chegaram a passar meses sozinhas trancadas em casa, sem contato nem mesmo com os familiares mais próximos.

Além disso, para aqueles que foram contaminados pelo vírus, ficar em um período doente e sozinho causa ainda mais abalos psicológicos. É por isso, que quando o assunto é depressão a pandemia possui forte relação com aqueles que tiveram seus primeiros sintomas ou mesmo seus casos agravados.

No quadro em questão, algumas medidas podem ser tomadas a fim de reduzir os impactos do isolamento sob essa condição. São elas, a manutenção de passeios em locais abertos e a prática  regular de atividades de lazer.

Passeios frequentes com animais domésticos ou mesmo sozinho são efetivos para liberar endorfinas que são estimulantes hormonais capazes de causar sensações de prazer no cérebro. Assim, é uma tentativa para quem já está sentindo que o período excessivo em casa está sendo prejudicial.

Outra forma que muitas pessoas adotaram de aproveitar o tempo livre da pandemia e ao mesmo não ficar apenas em casa, foi praticando atividades físicas. Nesse momento, a prática de atividades físicas é um importante aliado para quem busca se distrair e ao mesmo tempo fazer algo por si mesmo, o que possui excelentes resultados psicológicos.

Vantagens de ter uma boa saúde mental na pandemia

Muitas pessoas subestimam o poder de estar com uma saúde mental de qualidade. Entretanto, para que períodos como o de uma pandemia sejam enfrentados é preciso resiliência a calma. O que apenas é possível se a sua condição psicológica estiver estável.

Logo, se você sente que não está bem, o ideal é buscar ajuda o quanto antes! Afinal, assim como qualquer outra doença, a depressão, a ansiedade, o estresse contínuo,  levam tempo até que sejam tratados.

Ter uma saúde mental de fato é relevante em diversos aspectos da vida. No âmbito social, econômico e profissional é de extrema importância o bem-estar pessoal estar em completo alinhamento com a sua vida cotidiana.

Hábitos prejudiciais para a saúde mental na pandemia

Em uma era tecnológica em que cada vez mais pessoas estão interligadas é comum que nos sintamos comparados constantemente uns aos outros.

Para tanto, é preciso que exista limite entre o que é real e o que é ilusório. Praticar atividades e estar em movimento é preciso, mas vale a pena evitar cobranças excessivas sobre si próprio.

Algumas pessoas passaram a ficar mais tempo em casa e por isso desenvolveram hábitos mais saudáveis, rotinas diferentes do comum e também práticas que antes não eram possíveis devido à falta de disponibilidade de tempo.

Porém, nem todos seguiram o mesmo caminho. É aí que entra um importante fator que prejudicou a saúde mental de muitos durante a pandemia.

Entrar em conflito consigo mesmo sobre o que precisa ser feito e o que de fato é realizado não é o melhor caminho. É preciso estar atento às suas possibilidades e quais são possíveis de serem alcançadas. Logo, a autocobrança no trabalho, ou mesmo em relação aos próprios hábitos pode não apenas desencadear ansiedade como também em alguns casos depressão.

Principais repercussões da pandemia na saúde mental dos trabalhadores

saude mental na pandemia saude mental como cuidar

É comum que quando pensamos em trabalhadores afetados pela pandemia, logo imaginemos profissionais da saúde. Afinal, eles estavam na linha de frente do combate a covid-19 o tempo todo. Porém, não só eles passaram por instabilidade e momentos de problemas psicológicos.

Outros profissionais também passaram por períodos de elevado stress emocional. Principalmente aqueles que precisaram se adaptar a novas rotinas em apartamentos fechados e com a nova modalidade, o Home office.

Tudo isso, não apenas mudou a forma como as pessoas trabalhavam como também sua vida familiar, vida social, e demais atividades cotidianas. É por isso que muitas pessoas começaram a passar por crises emocionais e abalos psicológicos.

É justificável que toda essa mudança no cenário mundial quanto a saúde e as formas de trabalho impactam na vida das pessoas. Afinal, apesar de estudos e informações sobre o assunto, a novidade da pandemia não deixou de gerar curiosidade, medo, e assustar as pessoas.

Dicas para cuidar da saúde mental na pandemia do coronavírus

saude mental na pandemia depressao

Cuidar da saúde mental em um período tão delicado pode não ser uma tarefa fácil. Pessoas de diferentes classes sociais, idades, condições físicas estão passando por um momento igual. Porém os impactos sobre cada um são muito diferentes. Por isso, cada pessoa lida de uma maneira, e possui consequências diferentes.

Por isso, cuidar da saúde mental durante a pandemia é tão necessário e se faz importante. Independente da idade, todos estão sujeitos a passarem por abalos físicos e emocionais. Afinal, são esses fatores os responsáveis por desencadearem problemas como depressão e ansiedade.

Algumas dicas podem ser seguidas para quem busca manter o equilíbrio mental. Dentre elas estão:realizar acompanhamento psicológico e médico caso esteja enfrentando momentos difíceis. Se você está passando por instabilidade emocional, ou mesmo ansiedade, confusão mental, stress prolongado, busque ajuda médica.

É comum que as pessoas esperem até seus quadros se agravarem, mas o ideal é buscar ajuda desde os primeiros sintomas.

Manter práticas de autocuidado

Corpo e mente estão interligados, logo é preciso manter cuidados que mantenham essa conexão saudável. Para que o seu bem-estar continue fazendo parte da sua vida e existindo, é preciso que existam cuidados frequentes consigo mesmo.

Além disso, alguns exemplos de algumas práticas são: Exercícios físicos regulares, meditação, caminhadas ao ar livre, leitura e estudos. Esses são alguns exemplos de possíveis atividades a serem realizadas para autocuidado.

Entretanto, nada de fazer dessas atividades obrigação ou algo do tipo. A ideia de realizar atividades como as descritas é exatamente a ideia de fazer bem a si mesmo e não está ligado a ser produtivo ou cumprir tarefas. Por isso, o ideal é que elas sejam realizadas de acordo com o seu gosto pessoal e alinhadas com a sua rotina.

Leia também o nosso artigo: O Que É Mindfulness? Saiba Mais Sobre Esse Aliado Da Saúde Mental

saude mental na pandemia ansiedade

Apreciar a própria companhia

Um dos maiores desafios nesse momento de pandemia sem dúvidas tornou-se viver de bem consigo mesmo.

Apesar de não ser uma tarefa fácil, muitas pessoas precisaram abandonar hábitos antigos como ir a festas, bares, e encontros.

A partir daí, espaços que antes eram compartilhados passaram a ceder espaço para momentos individuais ou com pessoas que habitam a mesma casa.

Foi por isso, que a pandemia do coronavírus fez com que muitas pessoas desenvolvessem o sentimento de solidão e em casos mais graves a depressão.

Contudo, apesar disso por se tratar de um momento em que o isolamento é necessário, foi preciso que fossem desenvolvidas algumas técnicas de rotina para manter um bom convívio com o isolamento.

É por isso que práticas de autocuidado também fazem parte da valorização quanto a própria companhia. Afinal, tudo que é feito por si mesmo e para si mesmo de forma benéfica é autocuidado.

Ter boas noites de sono

Pode parecer clichê, mas dormir bem faz toda a diferença. Muitas pessoas não entendem os benefícios de uma noite de sono bem dormida e por isso menosprezam essa prática. Entretanto, está aí o segredo para muitas questões, inclusive pessoais.

Durante o sono, o ideal é manter um ambiente silencioso e com pouca luz. Aparelhos eletrônicos são inimigos de um sono de qualidade. Logo, manter TVs ligadas, ou computadores e celulares pode prejudicar não só a sua saúde como também o seu sono e influenciar na sua saúde mental.

Por isso, na hora de dormir, aposte em chás naturais para ajudar a pegar no sono, e você também pode contar com essências aromatizantes para deixar seu quarto mais agradável.

A partir daí, além de uma noite de sono prazerosa, você também poderá criar mais gosto e o hábito de dormir mais e em horários frequentes.

Conheça a Conexa Saúde

A Conexa Saúde é a maior plataforma de cuidado integrado da América Latina. Por meio da telemedicina, conectam pacientes, médicos e instituições de saúde.

Oferecem soluções completas em saúde digital para clínicas, hospitais e empresas. As unidades de negócios Conexa Corporate, Conexa Operadoras e Docpass fazem parte da Conexa Saúde.

Conclusão

saude mental na pandemia depressao e ansiedade

A saúde mental não só é importante como também é a porta da frente para que um indivíduo sinta-se bem e realize com êxito suas atividades. É por isso que além de dar a devida importância, é preciso também cuidar para que não passe despercebida até por si mesmo alguns sinais de que está ficando doente.

Cabe então não só identificar períodos de exaustão emocional como também tomar medidas para conter esses problemas. É aí que vale a pena investir em iniciativas que possam impedir que quadros de tristeza e de solidão se agravem para problemas mais sérios.

Se você está sentindo dificuldades para enfrentar esse momento de pandemia, saiba que você não está sozinho. Milhares de pessoas também enfrentam dificuldades para lidar com os desafios do dia a dia frente ao nosso novo cenário mundial. Por isso, procure ajuda médica e psicológica.

Quer saber mais? Acesse nosso blog e veja mais artigos sobre saúde e bem estar!

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

Outros posts que você também pode gostar

Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

    Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

    A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!

    Skip to content