Qualidade de vida: Dicas para melhorar o seu dia a dia e trabalho

qualidade de vida familia

As pessoas sempre mediram o seu nível de satisfação de acordo com o número na conta bancária, não é mesmo? Entretanto, tal realidade está mudando, devido ao estresse, que é o mal do século, fazendo com que as pessoas desejem ter qualidade de vida.

Dessa forma, o que elas têm feito é dar valor ao que realmente importa: que é viver em um ritmo menos acelerado, cuidar de sua saúde, aproveitar seu tempo com a família e amigos, sentir satisfação pelo trabalho etc.

E, quando a pessoa não alcança essa qualidade de vida, elas acabam procurando ajuda nos consultórios médicos, passam a tomar remédios de tarja preta e se sentir infeliz e desconectada da realidade.

Entretanto, conquistar uma da qualidade de vida não é um objetivo inalcançável, podendo até mesmo ser bem mais fácil do que parece. 

Sendo necessário somente fazer algumas mudanças em seu dia a dia para impulsionar a sua qualidade de vida.

Ficou interessado em saber o que fazer para melhorar a sua qualidade de vida?

Continue a leitura deste artigo que iremos te dar muitas dicas.

Boa leitura!

O que é qualidade de vida?

Qualidade de vida nada mais é do que o nível das condições básicas e suplementares das pessoas. 

Tais condições incluem:

  • O bem-estar físico;
  • O bem-estar mental;
  • O bem-estar psicológico;
  • O bem-estar emocional
  • Os relacionamentos sociais;
  • Os relacionamentos com a família
  • Os relacionamentos com os amigos;
  • A saúde;
  • A educação; entre e outros parâmetros que afetam a vida humana.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um questionário para medir o nível da qualidade de vida de diferentes grupos sociais, em diversos países e culturas.

Tal questionário possui seis domínios centrais: 

  • Físico;
  • Psicológico;
  • De independência;
  • Das relações sociais;
  • Do meio ambiente, e;
  • Dos aspectos religiosos.

Além disso, o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é também uma forma de medir a qualidade de vida nos países a partir da comparação de aspectos como:

  • A riqueza;
  • A qualidade do processo de alfabetização;
  • A educação;
  • A expectativa média de vida;
  • O índice de natalidade e mortalidade; entre outros fatores.

Tudo isso deve ser levado em consideração no momento de medir a qualidade de vida das pessoas.

Conceito de qualidade de vida e saúde

O conceito de qualidade de vida é bem amplo, compreendendo:

  • A saúde física;
  • A saúde psicológica;
  • O nível de independência;
  • As relações sociais em casa,
  • As relações sociais na escola e no trabalho;
  • A relação com o meio ambiente, entre outros. 

Assim, tal conceito está associado à auto-estima e ao bem-estar pessoal das pessoas e inclui vários aspetos,tais como:

  • A capacidade funcional;
  • O nível socioeconómico;
  • O estado emocional;
  • A interação social;
  • A atividade intelectual;
  • O autocuidado;
  • O suporte familiar;
  • O estado de saúde;
  • Os valores culturais, éticos e religiosos;
  • O estilo de vida;
  • A satisfação com o emprego.

Dessa forma, podemos perceber que para a pessoa ter qualidade de vida ela precisa estar bem em todos os aspectos de sua vida, vivendo plenamente.

Já o conceito de saúde, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), é: Saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença.

Na grande maioria das vezes a saúde e qualidade de vida andam juntas, pois, se a pessoa está saudável, ele consegue ir atrás de melhorar sua qualidade de vida.

Contribuição da saúde para a qualidade de vida

qualidade de vida mulher exercicio

Existem muitas evidências que comprovam que a saúde é fundamental para a pessoa ter uma boa qualidade de vida.

Isso porque, se a saúde física da pessoa estiver boa, sua qualidade de vida também será melhor.

Por exemplo, se você pratica atividade física, sua condição de saúde ficará cada vez melhor, bem como sua qualidade de vida. 

Além disso, podemos notar que há uma relação entre uma correta alimentação e a qualidade de vida. 

Isso porque, ter uma alimentação saudável e equilibrada é essencial para o bem-estar do indivíduo. 

Entretanto, não basta somente a saúde física, a saúde mental também é essencial para uma melhor qualidade de vida.

Por isso, nota-se que as pessoas estão cuidando cada vez mais de sua saúde mental, aumentando a sua importância no discurso e prática médica.

Estar com boa saúde mental é estar bem consigo mesmo e com o mundo ao seu redor, é estar em paz consigo mesmo e com os outros, dessa forma, sua qualidade de vida também irá melhorar.

Quais os benefícios de uma boa qualidade de vida?

Devido a correria do dia a dia, é bem comum esquecer um pouco de nós mesmos, não é verdade?

Isso pode acarretar consequências como estresse e depressão, afetando  de forma direta a saúde do indivíduo.

Por isso, é muito importante que a pessoa cuide de sua saúde, para que, dessa forma, ela tenha uma boa qualidade de vida.

Assim, os benefícios de uma boa qualidade de vida englobam:

  • Fatores econômicos;
  • Fatores sociais;
  • Fatores culturais, e;
  • Fatores  políticos. 

Ou seja, quando a pessoa tem uma qualidade de vida boa, todos os aspectos de sua vida, consequentemente, irão melhorar também.

O que é preciso para ter uma boa qualidade de vida?

qualidade de vida mulher idosa exercicio

Para que a pessoa tenha uma boa qualidade de vida, é fundamental ter hábitos que te levarão a esse nível, tais como:

  • Mantenha as finanças em ordem;
  • Alimente-se adequadamente;
  • Pratique atividades físicas;
  • Faça check-ups;
  • Durma bem;
  • Elimine os maus hábitos;
  • Tenha boas companhias;
  • Cultive sua autoestima;
  • Tenha um tempo só para você.

Quais são os principais indicadores de qualidade de vida?

Tal qual o conceito, os indicadores de qualidade de vida também são relativamente difíceis de serem definidos, pelo fato de que cada área que estuda o tema leva em consideração aspectos isolados.

Por exemplo, se tal termo estiver relacionado a abordagem socioeconômica, é levado em consideração os indicadores sociais como:

  • Expectativa de vida;
  • Alimentação mínima;
  • Renda nacional bruta per capita, entre outros. 

Entretanto, se levar em consideração uma abordagem psicológica, a abordagem é feita na forma que as pessoas reagem ao que elas viveram, e com isso, a forma que elas  enxergam suas próprias vidas, felicidade e satisfação. 

Existem também estudos que consideram somente o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

Porém, da mesma forma que as anteriores, esta medida não leva em consideração o fator ambiental, que é fundamental para definir a qualidade de vida.

Isso porque, os indicadores econômicos, sociais, psicológicos e ambientais separadamente não englobam todo o conceito de qualidade de vida.

Mas, falando de qualidade de vida de uma forma simples e direta, leva-se em consideração indicadores pessoais, tais como:

  • Número de horas dormidas por dia;
  • Qualidade do sono;
  • Quantidade de exercício por semana;
  • Ausência de vícios;
  • Tempo de qualidade vivido com a família e os amigos;
  • Atividades de enriquecimento intelectual e de relaxamento diárias;
  • Desenvolvimento de estratégias para minimização de sentimento negativos como ansiedade e estresse;
  • Entre outros.

Qual a solução da OMS para medir a qualidade de vida?

A OMS mede a qualidade de vida por meio do Grupo WHOQL (World Health Organization Quality of Life), o qual estabeleceu o conceito citado anteriormente, bem como desenvolveu o instrumento para avaliar a qualidade de vida. 

Tal desenvolvimento foi feito por pesquisadores do mundo inteiro, envolvendo diferentes culturas, para que ele pudesse ser considerado, de fato, global.

Assim, as ferramentas utilizadas são amplas e mostram uma perspectiva que vai além da prática clínica individual. 

Por isso, elas são consideradas guias importantes para a implementar as políticas de saúde.

Os domínios utilizados

A qualidade de vida está relacionada com vários aspectos da vida da pessoa e que estão ligados com sua autoestima e seu bem-estar. 

Alguns aspectos essenciais são comuns para todos os indivíduos, e são chamados de  domínios da qualidade de vida.

Assim, os instrumentos que a OMS desenvolveu utilizam seis domínios, cada um com suas próprias características:

  • Físico;
  • Psicológico;
  • Nível de independência;
  • Relações sociais;
  • Meio ambiente;
  • Espiritualidade/religiosidade/crenças pessoais.

Os instrumentos WHOQL

O primeiro instrumento que foi desenvolvido, o WHOQL-100, é bastante amplo e extenso. 

Ele conta com mais de 100 perguntas relacionadas aos seis domínios informados anteriormente.

Pelo fato de ser bem extenso, usar esse instrumento pode ser bem difícil para determinados estudos. 

Por isso, existiu a necessidade de desenvolver um instrumento que fosse mais rápida a  sua aplicação.

Assim surgiu o WHOQL-bref, que contém 26 questões abrangendo todas as facetas que compõem o instrumento original. 

Trata-se, portanto, da versão abreviada do WHOQL-100.

5 Dicas para melhorar a qualidade de vida

qualidade de vida casal filho

Manter a saúde física e mental em equilíbrio pode ser bem complicado, não é verdade?

Por esse motivo, hoje em dia existem diversas formas de viver de uma forma melhor, e em muitas delas não é exigido demais de você.

Basta somente que você faça uma readaptação de sua rotina para que itens, e coloquem em prática as dicas que vamos dar logo abaixo:

1. Alimentação Adequada e equilibrada

Manter uma dieta variada, saudável e balanceada é muito importante para manter sua saúde e seu bem estar.

Dessa forma, para que você consiga fazer tal adaptação, os nutricionistas recomendam:

  • Beber de seis a oito copos de água durante o dia, todos os dias;
  • Comer de três em três horas, intercalando as refeições com frutas;
  • Não comer muito açúcar e nem sal;
  • Evitar gorduras;
  • Não abusar de bebidas alcoólicas. 

Os benefícios de uma boa alimentação são os seguintes:

  • Melhora seu humor; 
  • Ajuda a combater a depressão e os efeitos do estresse;
  • Aumenta a energia e diminui o cansaço;
  • Aumenta sua imunidade;
  • Previne várias doenças, como câncer, diabetes e hipertensão;
  • Retarda o envelhecimento e melhora a circulação.

2. Atividade física regular

Outra dica muito importante é praticar exercícios físicos, sem exagerar, e com o acompanhamento de um profissional, pois isso irá trazer diversos benefícios à saúde e a qualidade de vida. 

Isso porque, ao estar ativo fisicamente, seu organismo combate e previne algumas doenças corriqueiras, e deixa o indivíduo mais disposto para realizar atividades de seu dia a dia, como carregar objetos ou subir escadas.

3. Qualidade do sono

A pessoa que dorme bem tem uma qualidade de vida bem melhor, pois isso ajuda a aliviar o estresse, melhorar o humor e repor suas energias para o dia seguinte.

4. Trabalho

A qualidade de vida no trabalho (QVT), ajuda no nível de satisfação do trabalhador em relação a sua função na empresa.

Existem diversos métodos que proporcionam uma melhor QVT que podem ser aplicados na área gerencial, na infraestrutura, na saúde, etc.

5. Tempo para o lazer

Junto com as medidas informadas anteriormente, é importante que você tenha um equilíbrio entre sua vida profissional e social. 

Por esse motivo, é importante que você tenha um tempo para cuidar de sua mente e de seu corpo, para sair com amigos, com a família e se divertir.

O que  é a qualidade de vida na empresa?

A qualidade de vida no ambiente de trabalho não está restrita somente ao espaço da empresa. 

Isso porque, ela causa reflexos na vida, no bem-estar e no comportamento dos funcionários, do mesmo jeito que acontece no ambiente organizacional.

Primeiramente, a QVT está ligada aos resultados que a empresa alcança e a forma que isso reflete no grau de satisfação dos seus funcionários com suas respectivas funções. 

Dessa forma, isso irá afetar o comportamento do colaborador, podendo transformar as influências externas que ele leva para o ambiente de trabalho.

Assim, as práticas têm o objetivo de aumentar o potencial da pessoa, resulta em uma melhor qualidade de vida, maior produtividade, maior qualidade e inovação na empresa.

Programas de qualidade de vida no trabalho

As empresas estão cada vez mais investindo na qualidade de vida no trabalho e na sua relação com a produtividade. 

Por esse motivo, elas estão implementando programas de qualidade de vida no ambiente de trabalho, visando melhorar as condições dos trabalhadores.

Dessa forma, esses programas são ações colocadas em prática pela empresa, onde elas implementam as melhorias e inovações tanto na  gestão, como alterações de índole tecnológica, quanto no ambiente de trabalho.

Como a qualidade de vida beneficia a empresa e seus colaboradores?

qualidade de vida mulher

Como dito anteriormente, investir na qualidade de vida no trabalho é importante não somente para os funcionários, pois o seu reflexo é positivo para a empresa e a otimização de seus resultados também.

Por isso, separamos os principais benefícios dos programas de QVT:

Melhoria na saúde

Ao investir em programas de QVT, os funcionários ganham inúmeros benefícios devido às condições de trabalho mais saudáveis. 

Assim, dando a atenção necessária à saúde e à segurança do trabalhador, os resultados obtidos por elas são a melhoria em sua saúde física e psicoemocional, bem como a redução das doenças laborais.

Aprimoramento do ambiente organizacional

Uma empresa que possui programas de QVT implementados ajuda na construção de um ambiente de trabalho saudável e seguro, melhorando assim as relações interpessoais, a comunicação interna e a integração entre os funcionários.

Tudo isso ajuda a diminuir os conflitos e aumentar a motivação e o bem-estar do colaborador.

E, como consequência, ele vê maiores possibilidades de futuro na empresa.

Aumento da motivação e produtividade

Com todos os benefícios que  a QVT traz ao profissional, ele apresenta mais motivação e qualidade ao desempenhar suas atividades. 

E, com isso, a empresa melhora seus resultados, aumenta seus lucros e sua rentabilidade.

Diminuição do absenteísmo

Uma empresa com programas de QVT diminui o absenteísmo, ou seja, minimiza as faltas constantes que podem ser o resultado de condições de saúde fragilizadas e de insatisfação com o ambiente organizacional.

Redução do turnover

Com a QVT, a taxa entre admissões e demissões melhora, reduzindo assim os  custos com desligamentos e novas contratações, e com isso evita a diminuição da produtividade dos trabalhadores.

Dessa forma, ações como o treinamento adequado dos funcionários e a sua valorização ajudam a reduzir o turnover e contribuem para a retenção de talentos.

Como otimizar a qualidade de vida na empresa?

Agora vamos explicar como as empresas podem otimizar a qualidade de vida de seus trabalhadores.

Reconheça as conquistas e bons desempenhos

Uma coisa que todo mundo gosta é perceber que o seu valor foi reconhecido e que a sua contribuição foi importante para o crescimento da empresa.

Assim, ao reconhecer o bom desempenho do funcionário irá estimulá-lo a alcançar  ainda mais destaque na empresa.

Tenha um bom um plano de benefícios

Ter um plano de benefícios razoável é fundamental para conseguir reter talentos que são indispensáveis em sua empresa.

Assim, ao desenvolver a qualidade de vida na empresa, é fundamental levar em consideração a oferta de um plano de benefícios satisfatório.

Invista no endomarketing

A base do endomarketing é o relacionamento.

Assim, ao investir em endomarketing a empresa estará investindo no chamado de  marketing interno, que é uma estratégia de marketing focada nos colaboradores da empresa. 

Tal estratégia tem o objetivo de entender a forma de melhorar a relação entre a empresa e os colaboradores, tanto para benefício do funcionário quanto para a empresa. 

Sua estratégia desenvolve os seguintes aspectos perante seus colaboradores: 

Invista em flexibilização de horários

Atualmente o horário é considerado um dos pontos mais importantes para promover a qualidade de vida no ambiente corporativo.

Isso acontece principalmente em cidades grandes, pelo fato de ser difícil chegar e sair da empresa nos horários de pico, devido ao alto índice de trânsito.

E, ao ficar preso no trânsito aumenta o estresse dos funcionários e diminui o tempo livre deles.

Assim, vale a pena o gestor flexibilizar horários, e caso seja possível, apostar em home office, pois isso significa trabalhar por menos tempo, mas sim usar horários e locais de trabalho alternativos para que os funcionários fiquem mais satisfeitos e assim produzam mais.

Invista na estrutura e ambientes agradáveis

Em diversas ocasiões a satisfação dos funcionários está nos detalhes. 

Por isso é importante que a empresa pense em formas de fazer com que o espaço físico de trabalho seja o mais confortável possível.

Isso fará com que o trabalhador execute suas atividades laborais em um ambiente com temperatura agradável, mesas adequadas, cadeiras anatômicas, pausas estratégicas e uma boa iluminação.

Com tudo isso, o colaborador irá desempenhar suas funções de uma melhor forma, e terão uma qualidade de vida adequada.

Conclusão

qualidade de vida exame

Por todo o exposto neste artigo, podemos perceber que um dos principais benefícios na qualidade de vida das pessoas é fazer com que elas desempenhem suas funções adequadamente. 

Isso acontece pelo fato de que, com os programas de QVT, o estresse diminui e a realização das tarefas do dia a dia fica mais agradável.

Além disso, a pessoa consegue aproveitar mais seus momentos de lazer com a família e amigos, fazendo com que elas fiquem mais felizes. 

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!

      [GUIA PRÁTICO]
      [GUIA PRÁTICO]