Lifelong Learning: Conceito, Pilares e Como Aplicar na Empresa

lifelong learning pessoas na biblioteca

Você já ouviu falar sobre lifelong learning? Este é um conceito muito importante nos dias atuais, pois está relacionado a aprendizagem contínua e sabemos que no mercado de trabalho o aprendizado e o desenvolvimento são muito valorizados.

O lifelong learning é um conceito muito popular no mundo todo, mas ainda progride lentamente no Brasil. Muitas pessoas não entendem o que é o lifelong learning, sua importância e como aplicá-lo na vida pessoal e nas empresas.

Por esta razão, nós da Conexa Corporate viemos colocar os pingos nos i’s e explicar tudo que é necessário saber sobre esse conceito tão importante. Vamos lá?

O que é o lifelong learning?

O lifelong learning é um termo em inglês que, quando traduzido livremente para o português, significa algo como “aprendizado ao longo da vida”.

Em outras palavras, este termo pressupõem que nunca é cedo ou tarde demais para aprender algo.

Quando relacionamos este termo ao mercado, temos que o lifelong learning está alinhado às demandas corporativas.

Um profissional deve entender que a educação é fundamental para o desenvolvimento profissional, para assim investir em qualificação de qualidade.

Logo, este profissional terá mais propriedade para lidar com a complexidade empresarial, obter bons resultados e realizar conquistas. Podemos concluir que o lifelong learning vai muito além de uma graduação.

Nesse sentido, a aprendizagem precisa ser vista como um processo sem fim é necessário, pois nenhum diploma, por mais requisitado que seja, pode encerrar a sua jornada de aprendizado e desenvolvimento.

A importância do lifelong learning para a cultura organizacional

lifelong learning palestra

O lifelong learning é muito importante para a cultura organizacional. Podemos dizer até que ele conta como um valioso diferencial competitivo no mercado.

No mercado e na carreira, ganha aquele que consegue entregar o melhor resultado – e apenas quem se mantém em constante aprendizado é capaz de manter a qualidade do seu trabalho ao longo dos anos.

Quando um profissional adota a postura de lifelong learning, ele se compromete com o desenvolvimento de competências e, com isso, aumenta suas chances de prosperar profissionalmente.

Na cultura organizacional, em uma dinâmica comum de colaborador e empresa, os momentos de aprendizado geralmente acontecem em situações específicas.

Por exemplo, algumas empresas capricham no onboarding (integração e adaptação de novos colaboradores nas empresas) e outras empresas mantêm cronogramas de treinamentos.

No entanto, em geral, essa relação entre o colaborador e a empresa não se estende ou se expande para além disso: momentos pontuais, e isso é um problema.

Sem uma atualização do conhecimento e investimento no aprendizado constante, os profissionais da empresa ficam estagnados em seus próprios conhecimentos – que acabam se tornando datados.

Logo, aplicar o lifelong learning na empresa é muito importante para a cultura organizacional, pois essa gestão de conhecimento acrescenta muitos benefícios na rotina produtiva e estratégica de uma empresa.

Com essa aplicação a empresa consegue imergir nas tendências, nas tecnologias e nas novidades do mercado, e seus profissionais conseguem desenvolver habilidades que alavancam sua trajetória empresarial.

Quais são os 4 pilares do lifelong learning?

lifelong learning estudantes

Embora o lifelong learning tenha surgido na década de 70, só ficou mais evidente a partir dos anos 90, com o avanço dos estudos sobre educação. No entanto, em 2010 a Unesco publicou o relatório da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, e então o lifelong learning  começou a ser difundido com mais intensidade.

Depois da publicação do relatório, a organização Lifelong Learning Council Queensland (LLCQ) passou a representar o lifelong learning no mundo todo e de acordo com ela, o conceito do lifelong learning é baseado em 4 pilares:

Aprender a conhecer

O primeiro pilar do lifelong learning é “Aprender a conhecer”. Este pilar não só coloca o conhecimento como uma parte indispensável do aprendizado, como também não se limita à busca por sabedoria baseada nos métodos tradicionais.

Aprender a conhecer requer curiosidade, reflexão, postura questionadora e pensamento crítico. Além disso, é necessário ter prazer por este processo para assim construir o conhecimento autônomo.

A fazer

Aprender a fazer é mais um pilar do lifelong learning. Este pilar tem que a prática faz com que o conhecimento se torne um hábito. Em outras palavras, a maior parte do aprendizado se deve ao fazer.

Existe uma metodologia de aprendizagem chamada 70:20:10 ou aprendizagem on-the-job.

Esta metodologia foi desenvolvida em 1990 por professores do Center for Creative Leadership, na Carolina do Norte (EUA). Nesta metodologia concluiu-se que a expansão da aprendizagem ocorre por circunstâncias distintas.

Nesse sentido, apenas 10% do aprendizado é adquirido de cursos, 20% resulta da interação com outros indivíduos e 70% vem de experiências próprias. Logo, de nada basta apenas o conhecimento prático se ele não é praticado. Essa metodologia provém da vivência, seja por meio de tarefas rotineiras, responsabilidades ou desafios.

A conviver

O terceiro pilar do lifelong learning está relacionado à parcela de 20% do modelo 70:20:10 – a interação com outros indivíduos. Aprender a conviver é fundamental, pois a interação com as pessoas permite a aprimoração do conhecimento.

O aprendizado por meio da convivência significa que qualquer tipo de troca pode promover o aprendizado entre as pessoas. Isso vai além de observar o trabalho alheio ou de receber feedbacks construtivos. Ou seja, é necessário compartilhar seus conhecimentos e aprender com o outro também.

A ser

Por fim, temos o último pilar do lifelong learning: Aprender a ser. Este pilar tem como fundamento o fato de que é necessário desenvolver autonomia para aprender coisas novas.

Em outras palavras, o indivíduo precisa formar autorresponsabilidade sobre o seu aprendizado, descobrindo o seu próprio potencial e assim conhecer seus limites e ultrapassar barreiras.

Afinal, por quê se tornar um lifelong learner?

lifelong learning homem

O conceito de lifelong learning vem sendo muito valorizado no mundo todo e é fundamental  para um profissional se manter atualizado em qualquer que seja a sua área de atuação.

Contudo,  apesar do lifelong learner ser considerado fundamental na Nova Economia, este conceito também traz uma série de vantagens para quem colocá-lo em prática. Vamos entender as suas vantagens e por quê se tornar um lifelong learner?

Maior retorno financeiro

Um lifelong learner está sempre atualizado, possuindo conhecimentos novos continuamente.

Uma pessoa que só faz uso do conhecimento adquirido na faculdade e não se atualiza constantemente, por exemplo, não tem o mesmo conhecimento que um lifelong learner.

Sendo assim, o mercado de trabalho tem preferência por profissionais que estudam por si só e adquirem conhecimento continuamente. Logo, o lifelong learning mantém o indivíduo competitivo nesse mercado e, potencialmente, faz com que ganhe mais dinheiro.

Estará mais bem preparado para o mercado

Quanto mais uma pessoa aprende ao longo da vida, mais ela será mais capaz de se adaptar às mudanças, sejam elas econômicas ou sociais.

As mudanças da Nova Economia, por exemplo, exigem flexibilidade e capacidade de improvisação em situações inesperadas.

Nesse contexto, o lifelong learner possui muitos benefícios. Um lifelong learner se mantém como um profissional qualificado durante toda a sua carreira e também terá a mente aberta para novas possibilidades. Além disso, suas conexões e redes de contato se fortalecerão, assim como suas habilidades.

Dessa forma, este profissional estará mais bem preparado para o mercado de trabalho, pois o lifelong learning representa uma mudança consistente no perfil dos profissionais.

Estes profissionais se tornam mais versáteis e adaptáveis no momento de desempenhar funções diversificadas e isso é algo de muito necessário para atuar no mercado de trabalho.

Terá melhor empenho em papel de liderança

Outra vantagem de se tornar um lifelong learner é que o indivíduo terá um melhor empenho no papel de liderança. Quanto maior for a base de conhecimento de um indivíduo, maior será a capacidade do líder de conhecer quem está ao seu redor.

Além disso, o estoque de soluções à disposição também será maior para resolver problemas e superar desafios.

Nesse sentido, ser capaz de se conectar com os outros indivíduos e solucionar problemas envolvendo mais pessoas, torna a pessoa mais interessante e mais influente, o que faz com que seja um líder melhor.

Maior satisfação pessoal

Autonomia, domínio e propósito são necessidades que uma pessoa precisa ter para se sentir motivada e satisfeita com a vida. Nesse sentido, se tornar um lifelong learner satisfaz todas essas três necessidades psicológicas.

Uma pessoa autodidata estará ativamente escolhendo o que aprendeu, ao invés de consumir conhecimento passivamente.

Em outras palavras, essa pessoa é autônoma e ao aprender novas habilidades ou conhecimentos, desfrutará do sentimento positivo que vem acompanhado com o domínio da nova habilidade.

Consequentemente, essa pessoa se encontrará com um sentido renovado de propósito ao estabelecer suas próprias metas e objetivos.

Assim, o lifelong learner se satisfaz consigo mesmo ao ter a autonomia de escolher seus aprendizados, obter o domínio das novas habilidades e renovar seu propósito de aprendizado.

Como praticar o lifelong learning na vida profissional?

lifelong learning pessoas no computador

Se você já está convencido de que o lifelong learning é fundamental para alavancar sua carreira, com certeza já quer saber como praticá-lo na sua vida profissional.

Nós trouxemos algumas dicas para te ajudar a praticar o lifelong learning e evoluir sua carreira.

Invista em cursos de qualificação

Investir em cursos de qualificação é muito importante, além de serem excelentes ferramentas de crescimento.  Ao se qualificar, você aprofunda seus conhecimentos em determinado assunto e ganha novas experiências.

Além disso, fazer um curso de qualificação e ter a segurança do aprendizado permite que você tome decisões mais consistentes, acertadas e produtivas.

Atente-se às tendências do mercado

O mercado é altamente inconstante e exige que os profissionais se mantenham atualizados. Sendo assim, você deve se atentar às tendências de mercado e de consumo. Assim, você pode assumir uma liderança estando sempre apto para entender as diretrizes estratégicas e aplicá-las efetivamente.

É fundamental que você explore o potencial de otimização e a eventual viabilidade de implantação de cada nova tecnologia. Isso é nada mais do que um aperfeiçoamento constante a partir do acompanhamento das tendências do mercado, um dos maiores expoentes do lifelong learning.

Revisitar suas competências

Revisitar suas competências é necessário para praticar o lifelong learning na vida profissional. Essa é uma forma de identificar quais são os principais pontos de melhoria.

Após a identificação dos pontos, o próximo passo é traçar um plano ambicioso de melhoria, ajustando os caminhos da sua trajetória.

Foque nos pontos de melhoria

Com o insight em mãos, comece a focar nos pontos de melhoria. Se é necessário mergulhar em um novo processo de aprendizado, dedique tempo para estudar e fazer cursos de qualificação, busque por ferramentas atualizadas e corra atrás de uma formação que lhe dê segurança.

O importante, neste momento, é reforçar uma mentalidade aberta ao conhecimento e se entregar ao lifelong learning como um estilo de vida, visando sempre o crescimento e a obtenção de bons resultados.

Quais são as barreiras comuns do lifelong learner?

lifelong learning videochamada

O lifelong learner também encontra barreiras no caminho do aprendizado. Uma dessas barreiras é a falta de tempo, que ocupa o topo das barreiras para adotar o lifelong learning. A outra barreira é a falta de dinheiro.

Contudo, estes dois desafios presentes na vida de quem busca por aprendizado contínuo podem ser superados. Quando o problema é a falta de tempo, é possível aproveitar as horas que, geralmente, são desperdiçadas.

Por exemplo, ao invés de jogar no celular enquanto anda de transporte público, por que não ler um livro?

Ou então, por que não trocar a música do rádio por um podcast enquanto dirige? É fundamental que você aproveite o tempo que sobra no seu dia. Caso o problema seja a falta de dinheiro, você pode recorrer a conteúdos gratuitos ou com custos mais baixos.

Atualmente, é possível encontrar diversos materiais de qualidade por preços acessíveis.

Exemplos de lifelong learning no dia a dia

lifelong learning idosos

Trouxemos também alguns exemplos de lifelong learning no dia a dia para te ajudar a aderir este conceito. Os bootcamps são ótimos exemplos, pois são cursos rápidos e dinâmicos, mas também intensivos, garantindo um bom aprendizado.

Além disso, acompanhar blogs que tratam sobre assuntos relacionados ao mercado em que você atua também é um bom exemplo.

De forma parecida, você também pode acompanhar influenciadores do seu mercado pelas redes sociais ou podcasts, pois eles podem sempre estar trazendo conteúdos interessantes e que agreguem para o seu desenvolvimento.

Participar de grupos e fóruns da sua área de atuação também é interessante para a troca de conhecimentos e experiências de maneira dinâmica e online. E por fim, marcar presença em eventos da sua área presenciais ou online, como workshops, seminários e afins.

Livros sobre lifelong learning para aprender mais

Caso tenha ficado curioso sobre o tema, separamos uma dica de livro para você conhecer um pouco mais sobre esse estilo de vida.

  • Lifelong learners – o poder do aprendizado contínuo: Aprenda a aprender e mantenha-se relevante em um mundo repleto de mudanças.

Como aplicar o lifelong learning na sua empresa?

Se você se interessou pelo lifelong learning e quer implantá-lo na sua empresa, nós vamos te ajudar! Para isso, você precisa oferecer cursos e treinamentos para estimular habilidades técnicas e práticas.

Além disso, você deve aplicar feedbacks para direcionar e tirar dúvidas sobre a jornada de aprendizado dos colaboradores e incentivar a troca de conhecimento, estimulando a criação de um ambiente dinâmico de troca de conhecimentos e experiências.

Por fim, é necessário conhecer as principais tendências do mercado em que sua empresa atua, para assim antecipar conhecimentos para lidar com demandas do futuro e compor o planejamento de capacitação proposto pela empresa.

Lifelong learning e a tecnologia

A aplicação do lifelong learning está relacionada à tecnologia. Implementar este conceito em empresas pode ser uma experiência difícil e o uso de um sistema pode fazer muita diferença na jornada de conhecimento.

Um sistema pode contribuir das seguintes formas:

Evolução da jornada dos colaboradores

Uma vantagem de investir em um sistema de lifelong learning é que o sistema pode ser acompanhado por um dashboard completo, com uma linha do tempo e todo histórico de aprendizagem do colaborador.

Dessa forma, é possível analisar a evolução do colaborador e definir, de forma mais assertiva, os próximos passos que ele dará em seu aprendizado contínuo.

Conteúdos multimídia

Um sistema que auxilia a implementação do lifelong learning deve facilitar o processo de aprendizagem, além de torná-lo mais interativo, explorando as várias formas de se aprender.

Por isso, o uso de conteúdos multimídia, em diferentes formatos, podem ajudar na implementação do lifelong learning, potencializando o ensino, simplificando a obtenção de conhecimentos e fugindo da monotonia da sala de aula.

Treinamentos online

Os treinamentos online são indispensáveis. Com o acesso a internet, é possível disponibilizar treinamentos online que podem ser realizados até mesmo nas próprias casas dos colaboradores.

Logo, eles podem usar seu tempo livre para acompanhar os treinamentos e estudar ou fazer isso na própria empresa. Assim, o processo de aprendizagem se torna mais dinâmico e garante mais autonomia, oferecendo um melhor aprendizado para o colaborador.

Atividades e avaliações online

Um sistema também possibilita que o colaborador realize suas avaliações pós-curso online, assim como os treinamentos. Isso faz com que o colaborador possa testar seus conhecimentos sem pressão e forma flexível e tranquila.

Conheça outras melhorias para sua empresa

lifelong learning crianca

Sabemos que para melhorar o desempenho da empresa é necessário a adoção de outras abordagens e, dentre elas podemos citar a saúde corporativa.

Pois, durante muito tempo, promover a saúde corporativa se resumiu a contratar um “convênio” em nome da empresa e disponibilizá-lo aos colaboradores.

Dessa forma, ao adotar uma abordagem preventiva da saúde nas corporações uma redução nos afastamentos e faltas, bem como no aumento da produtividade e a melhoria do ambiente de trabalho.

Afinal de contas, pessoas saudáveis e felizes conseguem desempenhar muito melhor suas funções no trabalho.

Conexa corporate

A Conexa Saúde é a maior plataforma de cuidado integrado da América Latina. Além disso, a plataforma conecta pacientes, médicos e instituições de saúde por meio da telemedicina, além de oferecer soluções completas em saúde digital para clínicas, hospitais e empresas.

A Conexa Saúde possui também outras unidades de negócios: a Conexa Corporate, Conexa Operadoras e Docpass. A Conexa Corporate é um produto da Conexa Saúde voltado para empresas.

Este produto oferece soluções e serviços em saúde digital para organizações, independente da localidade, proporcionando saúde e bem-estar para as equipes dessas organizações e ajudando a reduzir custos e otimizar seu negócio.

Para conhecer nosso site e ter acesso a outros conteúdos como este, clique aqui.

Conclusão

Concluímos que o lifelong learning é um conceito que tem como fundamento o aprendizado ao longo da vida. Este conceito vem sendo muito valorizado pelo mundo afora e é um ótimo requisito para os profissionais no mercado de trabalho.

É muito importante que os profissionais estejam em constante aprendizado e buscando sempre se atualizar em sua área de trabalho.

Sendo assim, para aderir ao lifelong learning é fundamental que o indivíduo busque aprender, conviver e praticar seus aprendizados.

Aplicar o lifelong learning nas empresas também é uma ótima opção para quem quer melhores resultados na empresa e investir no conhecimento dos seus funcionários nunca é demais.

Um lifelong learner deve sempre buscar por formas de aprendizado e investir em seu desenvolvimento no tempo livre, para assim conseguir a qualificação necessária para ser requisitado e competido pelo mercado de trabalho!

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!