Languishing: o que é, quais são os seus impactos e como evitar

languishing apreensao

Talvez você sinta que não tem um propósito em sua vida. Talvez a alegria e alguns outros prazeres considerados simples tenham perdido o significado que antes possuíam. E aí, é importante conhecer o conceito de languishing.

Perguntas sobre esses sentimentos costumam ser usadas para examinar pessoas quanto a problemas de saúde mental, como depressão. Mas responder “sim” a qualquer uma delas nem sempre significa que você está deprimido ou até mesmo exausto. Você pode estar sentindo o que os psicólogos chamam de “languishing”.

Por isso, trouxemos esse texto para você! Nele, exploramos o conceito de languishing. Além de saber alguns fatores que estão relacionados a ele, o texto também te ajudará a ter ideias de como você ou algum conhecido podem lidar com esses sentimentos.

O que é languishing?

languishing tristeza
Languishing: homem triste.

Languishing é considerado como o filho do meio negligenciado da saúde mental. É o vazio entre a depressão e o florescimento, ou seja, uma ausência de bem-estar.

Você não tem sintomas de doença mental, mas também não é a imagem que a reflete. Por isso, você não está funcionando com capacidade total. Languishing na maioria das vezes, leva embora sua motivação, atrapalha sua capacidade de se concentrar. Além disso, ele parece ser mais comum do que a depressão grave e, de certa forma, pode ser um fator de risco maior para doenças mentais futuras.

Esse termo foi cunhado por um sociólogo chamado Corey Keyes, que percebeu que muitas pessoas que não estavam deprimidas também não estavam prosperando.

Sua pesquisa sugere que as pessoas com maior probabilidade de sofrer de depressão grave e transtornos de ansiedade na próxima década não são aquelas com esses sintomas hoje. E sim, as pessoas que estão definhando agora.

Parte do perigo é que, quando você está definhando, pode não notar o enfraquecimento do deleite ou do impulso. Você não se pega escorregando lentamente para a solidão, pois você está sendo indiferente à sua indiferença. Quando você não consegue ver o seu próprio sofrimento, não busca ajuda nem faz muito para ajudar a si mesmo.

Mesmo que você não esteja definhando, provavelmente conhece pessoas que estão. Entendê-lo melhor pode ajudá-lo a ajudá-los.

Sinônimos para languishing

No Brasil, o “languishing” tem sido traduzido como “definhamento“, que, por sua vez, tem seu significado associado a termos como “debilitação progressiva”, “extenuação”, “enfraquecimento paulatino” e “abatimento”.

Para Marina Pinheiro, professora da pós-graduação em psicologia cognitiva da UFPE (Universidade Federal do Pernambuco), são todos os efeitos relacionados às dúvidas sobre o que ainda está por vir. E dentre esse futuro incerto, um dos assuntos mais abordados estava relacionado a pandemia.

O que causa a sensação de languishing?

languishing tensao
Languishing: tensão por incertezas do futuro.

Atualmente, os pesquisadores medem o enfraquecimento, a depressão e o florescimento da saúde mental usando ferramentas de avaliação aprovadas pelo setor.

No entanto, “languishing” nem sempre é fácil de reconhecer, porque os sinais não são tão graves quanto os sintomas de depressão ou outros transtornos mentais. Na verdade, os jovens que estão definhando e com alto risco de depressão podem não receber o apoio de que precisam até que seus sintomas se tornem clinicamente significativos.

As emoções e estados mentais são indicadores de que um indivíduo pode estar em um estado de “languishing”. Os jovens adultos e seus familiares podem ser capazes de reconhecer esses sinais em si mesmos ou em seus entes queridos. Na maioria das vezes, os principais indicadores são:

  • Falta de motivação;
  • Pensamento nebuloso, sentindo-se fora de foco;
  • Baixo entusiasmo pela vida em geral;
  • Entorpecimento e tédio;
  • Trabalhar em direção às metas a fim de evitar algo negativo em vez de alcançar algo positivo.

Impactos da sensação de languishing

languishing preocupacao
Languishing: homem preocupado.

Aprender e conhecer os sinais pode ajudar a prevenir o seu desenvolvimento ou aparecimento mais tarde na vida.

Como esse termo vem se desenvolvendo aos poucos, torna-se difícil apontar os principais fatores que a causam ou até mesmo os impactos que ela causa nas pessoas.

Porém, podemos associar o sentimento de sempre se sentir vazio ao “languishing”. Pois, esse sentimento está relacionado ao fato de não conseguirmos planejar um futuro. Até mesmo pelo fato de termos tido que nos adaptar muito rapidamente a situação que vivemos sobre a pandemia e, isso gera um sentimento de exaustão.

O fato de não conseguir ser positivo pode estar relacionado ao termo “languishing”. Pois, mesmo não se sentindo extremamente triste, a pessoa que apresenta o quadro de languishing não tem a dimensão positiva do futuro, apresentando padrões mais negativos e falta de perspectiva.

Aumento do número de pessoas com languishing a partir da pandemia da covid-19

A pandemia COVID-19 interrompeu a vida em todo o planeta. Além disso, também representou uma ameaça à sua vida e às vidas das pessoas que você ama.

Muitas pessoas encontraram maneiras de se ajustar às mudanças, mas outras lutaram para lidar com o medo e o pavor. Esses sentimentos podem exercer pressão sobre seu estado mental e levar ao desânimo.

Um estudo internacional com quase 10.000 pessoas em 78 países avaliou os participantes quanto a estresse, depressão e outros fatores relacionados ao COVID-19.

No geral, as respostas indicaram que a maioria deles havia começado com um nível moderado de saúde mental. Os resultados do estudo sugerem que, em média, cerca de 10% das pessoas adoeceram após os bloqueios do COVID. Muitos tinham baixos níveis de saúde mental associados a problemas financeiros. Esses problemas incluíam não conseguir obter suprimentos para suas necessidades básicas.

O estudo nomeou ainda três fatores que previram pessoas que tiveram níveis mais elevados de saúde mental, sendo eles:

  • Suporte social;
  • Nível de educação;
  • Respostas mentais flexíveis, em vez de rígidas.

Impactos da languishing em uma relação de trabalho

languishing olhar perdido
Languishing: olhar vazio.

De acordo com estudos recentes, num futuro próximo não teremos especialistas no ramo de saúde mental  suficientes para conseguir tratar de todos os podem vir a apresentar sintomas desses transtornos.

A preocupação, entretanto, é de que o próprio “languishing” seja uma das maiores, nas próximas décadas, de doenças mentais como, por exemplo, a depressão hoje em dia – que já é uma das maiores causas de incapacitação no mundo.

O grande temor dos especialistas hoje em dia, é de que o impacto na saúde mental das pessoas seja uma espécie de “quarta onda” da pandemia, tendo como grande protagonista os transtornos mentais. Podemos relacionar isso ao aumento do período de isolamento que intensificou medos bem como, paralisou esforços, podendo expandir problemas pré-existentes.

Tratando do âmbito profissional, alguém que sofre com o “languishing” pode vir a ficar desmotivado e, aos poucos, reduzir sua produtividade. Além disso, este tipo de redução não acaba comprometendo só o desempenho do indivíduo em seu trabalho, mas também sua vida pessoal.

Como o RH de uma empresa pode ajudar a evitar que colaboradores sintam-se assim?

Olhando mais para o longo prazo, a pesquisa realizada pela American Public Health Association mostrou que as pessoas que estão definhando agora são as que têm maior probabilidade de sofrer de depressão ou ansiedade nos próximos dez anos. Mas, como o RH pode ajudar?

Pode ser difícil saber como ajudar seus funcionários com sua saúde mental. Desde se concentrar em pequenas metas até tirar um tempo do trabalho, há pequenas mudanças no dia que sua equipe pode tentar melhorar seu bem-estar mental. Como, por exemplo:

  • Concentrar-se em metas pequenas pois, metas grandes podem ser difíceis de encontrar a motivação para começar;
  • Tirar um tempo para si mesmo. Incentive seus funcionários a tirarem um tempo do trabalho, mesmo que seja apenas um longo fim de semana relaxando em casa;
  • Se apegar no que o faz feliz pois há muitas coisas que você pode achar que deveriam nos trazer alegria, mas não trazem.

O que fazer para evitar ser acometido por languishing?

languishing oracao
Languishing: busca por ajuda.

Conscientização sobre o transtorno mental pode ser o grande passo. Além disso, denominar o que se sente nos dá a possibilidade de transformar as coisas.

Além disso, identificar também que o que você sente atualmente, ou seja, seus sintomas são uma espécie de resultados, de todas as dúvidas sobre o que ainda está por vir, principalmente em relação à pandemia.

Ainda sobre os efeitos da pandemia, também devemos nos atentar ao fato de que um dos grupos mais afetados pelo “languishing” são as mulheres -e isso se deve pelo grande número de funções que realizam.

Por exemplo, enquanto trabalham fora de casa, ainda necessitam acompanhar o progresso escolar dos filhos, bem como dar conta dos afazeres domésticos.

Outro grupo muito atingido é o dos jovens. Impactados principalmente pela redução drástica na interação social além da falta de perspectivas. Não é atípico que muitos deles venham enfrentando alguns transtornos ligados à saúde mental com tudo o que está acontecendo ao seu redor.

Apesar de já termos muitas informações sobre isso, ainda assim não temos um modo para evitar o chamado “languishing” assim como não há um um manual para evitar nenhum outro tipo de transtorno mental.

Porém, uma forma de fazer isso é usarmos algumas pequenas atitudes que possam nos ajudar a nos livrar dessa sensação apática e vazia.

Mantenha a mente em exercício

Os exercícios que tendem a estimular o cérebro são considerados essenciais para evitar não só a perda de neurônio mas também para melhorar a nossa capacidade de memória e aprendizado. Jogos de memória e de raciocínio, como quebra-cabeças e testes lógicos, são boas opções.

Além disso, atividades físicas também são muito importantes. Pois, muitas pessoas pensam que, quando praticam um exercício, apenas o corpo é beneficiado. Porém, isso está errado! Cada execução de movimento é comandada pelo cérebro, que envia estímulos o tempo inteiro para os músculos.

Engaje-se em atividades que ocupem o tempo de forma produtiva

Sabemos que ao procrastinar você acaba deixando para depois alguma tarefa que poderia ser realizada naquele momento!

Por isso, para facilitar sua rotina, divida as atividades que devem ser realizadas em etapas, pois, com isso, você acaba as realizando mesmo que seja de uma maneira menos intensa.  Ou seja, a tarefa acaba sendo concluída aos poucos, fazendo com que seu dia seja produtivo e sua noite de sono mais tranquila.

Determine pequenas metas em seu cotidiano

Com rotinas agitadas e muitos afazeres, ter organização acaba sendo um desafio. Porém, muitas vezes, frustrações e decepções são geradas pela sua própria falta de organização.

Por isso, priorize as tarefas e atividades que podem ser feitas naquele dia, bem como, evite o acúmulo de responsabilidades.

Uma das melhores formas de se manter organizado é a criação de uma planilha de responsabilidades, onde você irá anotar tudo o que precisa ser feito naquela semana e quais são os seus prazos para cumpri-las.

Dicas para manter a saúde mental

languishing flores
Languishing: mudar o ambiente para que traga tranquilidade.

Eventos tão impactantes quanto a pandemia, a quarentena e o isolamento trouxeram à tona a importância da saúde mental para nossas vidas. Mostrando como nosso bem-estar é afetado por diversos fatores, sendo eles principalmente psicológicos, sociais ou emocionais.

De modo geral, apesar dos óbvios efeitos negativos, isso resultou em um aumento da conscientização sobre o tema e levou muitas pessoas a buscarem maneiras de como manter a saúde mental em dia, independente da própria quarentena.

Adoção de hábitos saudáveis para o corpo

Você não deve esperar que a mente esteja a ponto de explosão para entender que é preciso descarregar toda a energia canalizada. A prática de atividades físicas é importante, tanto para a saúde física, quanto para eliminar toxinas, refletir, rever alguns conceitos e prioridades.

Afinal, um corpo saudável é mais disposto, estimula a motivação, felicidade e até a produtividade.

Evitar o consumo de álcool e drogas entorpecentes

O consumo de substâncias psicoativas, principalmente quando abusivo, aumenta consideravelmente as chances de desenvolver transtornos mentais, segundo o Ministério da Saúde.

Por isso, se você já tiver problemas de saúde mental, o uso delas pode agravar a situação. Além disso, essas substâncias causam problemas degenerativos no cérebro.

Seja uma pessoa amigável

Desfrutar de um tempo ao lado das pessoas que ama, faz com que a vida tenha sentido e cor. É importante trabalhar e se desenvolver profissionalmente, mas rever amigos e familiares é fundamental para a existência humana.

E lembre-se, o que vale é a qualidade desse tempo, e não necessariamente a quantidade de horas que terá disponível.

Evite criar expectativas exageradas

As nossas expectativas podem gerar ansiedade, principalmente em tempos incertos, quando imprevistos podem prejudicar os nossos planos. Portanto, é importante adequá-las ao que realmente é possível.

Portanto, faça planejamentos que estejam de acordo com as suas possibilidades e viva um dia após o outro.

Identifique e elimine as fontes de stress

O estresse faz parte da vida e é preciso aprender a lidar com ele. Para isso, várias estratégias podem ser adotadas, como praticar yoga, tai chi, caminhar pela natureza ou brincar com um animal de estimação.

Mas, além de aprender a lidar com ele, também é importante eliminar da sua vida as fontes de estresse extremo.

Dedique tempo a um hobby, leitura, meditação, etc.

É importante estabelecer um momento do dia para se fazer o que gosta, relaxar e se desligar um pouco. Colocar a leitura em dia e ver filmes e séries é uma ideia. Dedicar-se a um hobby é outra.

Uma prática que tem se tornado muito popular é a da meditação. Existem diversos aplicativos para celular, vídeos no Youtube e livros que podem ajudar a entender as técnicas para desenvolver a atenção plena e treinar o seu cérebro para ser mais consciente e focado.

Como a Conexa Corporate te ajuda a cuidar da saúde dos seus colaboradores

languishing desespero
Languishing: mulher em confusão mental.

A Conexa oferece plataformas digitais que tem ajudado milhares de pessoas, sem que saiam de casa. Uma forma moderna, prática e segura de oferecer atendimento médico e acolhimento à distância e acessível em qualquer lugar que se esteja.

Uma empresa especializada em telemedicina, que já cuida de mais de 20 milhões de vidas. Os pacientes têm a sua disposição mais de 70 mil profissionais e mais de 30 especialidades, atendendo em todo território nacional, 24 horas por dia.

Conclusão

Embora o languishing realmente esteja em alta, não é o fim do mundo. Sempre há luz no fim do túnel e esperança para revigorar seus ânimos e voltar a sorrir para a vida.

Leita também: O que é telemedicina e como funciona?

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!