Ansiedade e depressão estão sempre interligadas?

Ansiedade e depressão estão sempre interligados?

Embora a depressão e a ansiedade sejam diferentes, há alguma sobreposição de sintomas entre elas. Por exemplo, tanto na depressão quanto na ansiedade, irritabilidade, diminuição da concentração e sono prejudicado são comuns.

Pesquisas mostram que quase metade das pessoas diagnosticadas com depressão também sofre de ansiedade ou vice-versa. Sendo assim, ter ansiedade e depressão juntas não é algo incomum.

O que vem primeiro, a ansiedade ou a depressão?

Não existe uma regra, mas a ansiedade é, de modo geral, um fator frequente e importante nos quadros depressivos. O DSM-5 (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) e a CID-11 (Classificação Internacional de Doenças) propõem que se distinga uma forma de depressão, geralmente moderada ou grave, com marcante componente de ansiedade, tensão e inquietação psicomotora, chamada depressão
ansiosa ou depressão agitada. Os sintomas são:

  • Nervosismo;
  • Insônia;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade para se concentrar devido a muitas preocupações;
  • Medo de que algo horrível possa acontecer;
  • Pensamentos de morte ou suicídio.

Gostaria de ressaltar que a ansiedade é uma emoção normal e, é um indicador de doença somente quando os sentimentos se tornam excessivos, obsessivos e se interferirem na vida cotidiana. Quando a ansiedade se torna um problema, os efeitos podem ser físicos, emocionais e comportamentais. Seus sintomas podem levar a um transtorno de ansiedade se forem:

  • Grave ou durar muito tempo;
  • Desproporcional à situação em questão;
  • Causar taquicardia, suor frio, tremores, desconforto respiratório ou sensação de asfixia, náuseas, formigamentos em membros, dedos e/ou lábios.

Tratamento

Os sintomas de insônia e ansiedade são tratáveis. Por isso, busque observar os sintomas para entender se é hora de buscar ajuda de um especialista. Afinal, já existem formas de tratamentos altamente eficazes.

Contudo, é indicado realizar consultas com um Psiquiatra, que por sua vez pode recomendar o uso de medicamentos e a terapia cognitivo-comportamental, que é um o método com muitos bons resultados.

Entretanto, sempre gosto de destacar a importância da prevenção desses quadros procurando investir em uma alimentação saudável, atividades físicas, boas rotinas e qualidade do sono. Ou seja, invista em sua saúde e bem-estar.

E ai, curtiu o artigo de hoje? Confira as nossas redes sociais para continuar por dentro de conteúdos como esse!

Texto: Patrícia de Souza Martins Psicóloga – CRP: 05/40548

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Deixe um comentário

conexa saude cta

Nos acompanhe nas redes sociais!

Assuntos do blog

Receba quinzenalmente os melhores conteúdos sobre bem-estar corporativo.

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos exclusivos!

    Outros posts que você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e acesse o melhor conteúdo sobre bem-estar corporativo!

      Saúde digital, bem-estar e inovação que seu colaborador precisa

      A Conexa Saúde é uma solução completa para a saúde digital da sua empresa, que mostra que bem-estar corporativo pode ser acessível e estratégico. Fale com a gente!